SUA FORMAÇÃO É NOSSA META

A Escola Cidadã adota a metodologia sócio-interacionista e tem como apoio o Projeto Lumirá. Este projeto tem o objetivo de contribuir para uma educação de qualidade no primeiro segmento do Ensino Fundamental de nove anos. Trata-se de uma proposta didático-pedagógica para as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, Geografia e História, com alguns princípios e características fundamentais para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem.

Este projeto promove a linguagem significativa, desenvolve habilidades e valores para a cidadania e responde às necessidades dos alunos e professores. Dentro desta mesma proposta, as aulas extracurriculares como Arte, Música, Educação Física e Inglês oferecem um momento de descontração, criatividade, exploração de novas técnicas e trabalho em equipe, que estimulam a responsabilidade e a tomada de decisões compartilhadas. Dessa forma, a Escola Cidadã espera que seus alunos aprendam a refletir sobre questões relevantes para a sociedade e a utilizar seus conhecimentos e habilidades para tornarem-se pessoas responsáveis, solidárias e participativas.

MÉDIA: 7,0 (sete)

HORÁRIO DE AULAS TARDE:
1º / 2º / 3º / 4º e 5º ano – Tarde (13h30min às 17h30min)


DISCIPLINAS:

Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Ciências, Arte, Educação Física, LEM Inglês, Música.

Avaliação e Aprendizagem

A Escola Cidadã entende a avaliação como um aspecto do ensino no qual o professor interpreta seu próprio trabalho, com a finalidade de acompanhar e aperfeiçoar o processo de aprendizagem dos alunos. Sendo assim, o professor toma decisões quanto ao aperfeiçoamento das situações de aprendizagem.

O professor do Ensino Fundamental I proporcionará ao Estabelecimento de Ensino reformulações de currículo, adequação dos conteúdos e métodos sempre que se fizer necessário. A avaliação utilizará técnicas e instrumentos como: teste de aproveitamento oral e escrito, tarefas específicas, trabalhos de criação, trabalhos práticos, observações espontâneas ou dirigidas, discussões, entrevistas individuais ou em grupo e outras. Preponderam no processo avaliativo à importância da atividade critica a capacidade de síntese, a elaboração pessoal sobre a memorização e o aspecto qualitativo dos conteúdos.

A avaliação será contínua, permanente e cumulativa.